segunda-feira, 12 de junho de 2017

Conhecendo um pouco a gastronomia molecular

O conceito, história e proposta da Gastronomia Molecular são discutidos com ênfase na relação entre ciência dos alimentos e tecnologia. Uma distinção é feita entre gastronomia molecular e ciência baseada na culinária, na qual a primeira relata o conhecimento científico do ato de cozinhar e comer enquanto a outra se refere a aplicação dos princípios e ferramentas da ciência para produzir novos pratos, particularmente no conceito de alta gastronomia.
Gastronomia Molecular: É o estudo científico dos processos químicos e físicos que ocorrem durante o cozimento. É possível criar novos métodos, técnicas e equipamentos, além de aperfeiçoar os já existentes.
Cozinha Molecular: Utiliza os conhecimentos descobertos da gastronomia molecular em seus pratos.
A gastronomia foi modificando-se com o tempo, principalmente a partir do século XX,quando iniciou um processo de intercâmbio cultural e gastronômico que permitiu que ingredientes, antes desconhecidos ou exóticos, se tornassem comuns em várias partes do mundo, assim como as novas técnicas culinárias. (FRANCO, 2008).
Essa evolução levou ao surgimento da gastronomia molecular, um movimento iniciado com estudos experimentais que, posteriormente, foram levados para a cozinha. Nessa nova fase da gastronomia humana, a cozinha se transfere para um laboratório a fim de encontrar formas de facilitar as técnicas utilizadas tanto por cozinheiros profissionais quanto domésticos.
Gastronomia Molecular é uma subdisciplina da ciência dos alimentos que busca investigar, explicar e fazer uso prático das transformações físicas e químicas dos ingredientes que ocorrem durante o cozimento, bem como os componentes sociais, artístico e técnico dos fenômenos culinários e gastronômicos em geral.
Gastronomia Molecular é um estilo moderno de cozinha, que é praticada por ambos os cientistas e profissionais de alimentos em muitas cozinhas profissionais e laboratórios e tira vantagem de muitas inovações técnicas das disciplinas científicas.
A idéia de usar técnicas desenvolvidas em química para o estudo de alimentos não é nova, há vários exemplos notáveis ao longo da história das investigações sobre a ciência de cozinhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário