quarta-feira, 7 de junho de 2017

Aula #14 - Classificação dos alimentos

Todo cozinheiro sabe que os alimentos são sua principal matéria-prima de trabalho e representam para o homem uma especie de combustível. É a tal historia do dito popular: saco vazio não para o pé. Carnes, frutas, verduras, legumes, massas, entre outros alimentos, contribuem diretamente para o crescimento e a manutenção do organismo, fornecendo energia para reparar perdas.

Um profissional da cozinha lida diariamente com variados tipos de alimentos durante a realização de seu oficio. Mas a tal variedade pode ser o mesmo que nada se o cozinheiro não souber reconhecer um determinado gênero alimentício. A boa cozinha é resultado direto da escolha correta e da alta qualidade dos ingredientes de um prato.
Os chefes mais experientes recomendam que os aprendizes de cozinheiro tenham como rotina a visita a feiras, depósitos da Ceasa e supermercados. Assim, desde cedo, eles poderão reconhecer os ingredientes mais comuns dos cardápios. Só quem conhece saber escolher e exigir. Um tomate, uma alcachofra ou um peixe bem escolhido podem ser bem decisivos no resultado final de uma , mesmo na mais simples. Além do mais o conhecimento sobre as características deste ou daquele alimento tende a ajudar o cozinheiro a fazer as melhores combinações.
Os alimentos podem ser reunidos em grandes grupos, por terem certas características comuns, ou funções semelhantes. Muitos deles são bastante conhecidos. Outros, por sua vez, aglutinam gêneros menos falados e por esta razão parecem menos importante. mas isto é um engano. Cada um dos componentes dos grupos tem lugar certo na cozinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário