segunda-feira, 6 de março de 2017

Fotografia para restaurante

Fotografia de restaurante vamos falar de soluções simples de iluminação e composição, começando a falar sobre as fotos para cardápios com suas características, composição e elementos, fotografando os pratos com uma iluminação essencial, desde o prato principal a salada e fotografando o prato no ambiente do restaurante.

O que o fotografo pode oferecer para o restaurante? Uma bela imagem que possa criar a vontade de querer provar aquele alimento, somente pela imagem, trazendo, explorando os sentidos, sem mesmo ver o concreto somente o abstrato da imagem persuadindo a nossa mente. 
Os cardápios são as portas de entradas da fotografia gastronômica, por que é nela onde encontramos a imagem com a descrição do prato, e a partir dela o cliente já tem uma noção de como é o prato, podendo ser feita com diversas características com que possa combinar com o restaurante e com o projeto do cardápio. A fotografia tem que ser o fio condutor, sendo bastante coerente para que possa ser do mesmo restaurante.
Os fios de condutores podem ser o enquadramento (angulo + lente), cenário (+ elementos) e iluminação. para ter um bom enquadramento devemos ter as noções de ter um tripe, reproduzir o angulo que normalmente as pessoas veem os alimentos, uma lente 60mm que é quase o olhar humano e a construção da cena a partir desse quadro.
No cenário devemos saber que o prato é a estrela da vez, so entra na cena na hora da foto. compondo a cena com um prato qualquer, o espaço a redor do prato é rico para pequenos elementos.
A iluminação deve possuir características, como unidade onde todas as fotos pareçam ser do mesmo lugar e a praticidade para poder fotografar muitos pratos em um período de tempo reduzido de tempo. com a iluminação com grandes superfície luminosa podemos ter a praticidade do hazy, softbox e octobox e ter o controlo com uma simples folha de papel vegetal. Alem disso a luz deve ter coerência com a que é encontrada no lugar. Ou podemos usar a inspiração da luz ambiente e recriar a luz artificial.
Fotografando com o ambiente, encaixamos o enquadramento, ângulos e lentes, cenário e elementos e a iluminação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário