segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Alecrim

Experimente colocar um galho de alecrim dentro de uma garrafa de azeite ou numa panela com legumes prontos para serem cozidos. Em instantes, o envolvente perfume do tempero vai tomar conta do ambiente. O ingrediente já é bem conhecido no Brasil, apesar de ser natural da região mediterrânea, e pode ser combinado com carnes vermelhas, especialmente a de cordeiro. Além de um aroma sofisticado, a erva também ajuda na digestão, na circulação e é capaz de inibir a ação de bactérias que causam inflamações.
Podemos usar em: 
1) Na batata frita: frite as batatas. No final, acrescente galhos de alecrim e alho com casca. Retire tudo quando as batatas estiverem crocantes por fora e macias por dentro. Sirva as batatas com o alecrim frito.

2) Na batata assada: corte as batatas em rodelas, mas não até o final para não despedaçar. Entre os vãos acrescente sal grosso, alecrim e azeite. Asse em forno pré-aquecido até ficar macia por dentro.

3) Na carne de porco: use sempre o tempero na marinada da carne de porco e também quando assar ou fritar a carne, principalmente, lombo e bisteca.

4) No frango: use também na marinada de qualquer parte de qualquer ave. 

5) Na massa da panqueca salgada: acrescente alecrim, salsinha, tomilho, sálvia frescos aos ingredientes de panqueca, bata no liquidificador e recheie com o que desejar. Ficam maravilhosas.

6) No pão: depois de fazer a sua massa de pão, pincele gema de ovo sobre a massa, salpique sal grosso e alecrim e leve para assar.

Alecrim também faz um ótimo chá, com poderosos efeitos, entre eles o de relaxante muscular e digestivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário