quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Contos de entrevistas

Voltando a falar da minha jornada em alguns restaurantes, passei por muitas entrevistas e 04 delas chamaram muita a minha atenção, uma foi numa lanchonete sofisticada onde vendia pasteis, outro em uma delicatessen, num restaurante e por fim em um hotel. 
Vamos começar pelo lanchonete "sofisticada", fui para entrevista sempre bem vestido, já para causar uma boa impressão, entrei na sala, onde a responsável pela entrevista chegou e começou a fazer as perguntas clássicas de uma entrevista e ate ai tudo ok, então o telefone toca e ela vai atender e me deixa esperando 30 min depois fica no computador mais 15 min, depois de uma torcizinha discreta ela retorna e pedi desculpa, tinha esquecido de você, MAS COMO eu tava na frente dela, não tinha parede e ela tava me vendo huahauhau, voltando para a entrevista ela perguntou minha especialidade, ai você ver a cara da pessoa boiando, então ela perguntou sabe fazer massas, eu respondi que sim e já fui falando raviolli, espaguete, FETTUCCINE ALL’ ALFREDO e por ai vai, então você ver que a entrevistadora realmente está boiando e no final ela pergunta sabe fazer escondidinho, salgados em geral ai vocês devem imaginar minha cara :o sei sim, então o esperto aqui associou massas de salgados a massas de pastas, vai entender huahauhau.
Na delicatessen foi meio BIZARRO, ela chegou pra mim disse que precisava de um cozinheiro, que meu currículo era qualificado, mas eu era muito novo para ela me da essa oportunidade, então vem minha cara de :/??? como assim, "tive problemas com alguns universitários que dei oportunidade e tive péssimas experiencias" oi, eu não sou universitário, quem ta na faculdade tem que ser estagiário ou auxiliar e lavar muita panela, era um profissional totalmente qualificado para a vaga, mas por ter uma boa aparência e ser novo não obtive a vaga. Não entendi onde a idade mostra o profissionalismo mais tudo bem. Próximo!
Recebi um telefonema perguntando qual o meu interesse na vaga, respondi que tava muito interessado e fui a entrevista, já que era uma rede grande aqui no estado, chegando ao local levei um chá de cadeira de 30 min, o gerente chegou conversamos e ele me passou a ideia que ele queria do restaurante, mas não entendi NADA VEZES NADA IGUAL A ZERO, mas tudo bem, ele tinha uma aparência de louco eufórico, vamos lá, a vaga é minha. No segundo dia conheci os outros dois que iria trabalhar comigo, conversamos e os dois relataram o mesmo problema, o gerente explicou mas ninguém entendeu, depois de um chá de cadeira de uma hora o gerente chegou, explicou mais uma vez e no final queria que montássemos um cardápio na hora "ops! já estamos contratados ou vamos fazer assessoria? cadê o cash" e que o proprietário do estabelecimento iria chegar com o chef de um dos seus restaurantes e que a gente preparasse algo para eles comerem, meio estranho mas tudo bem depois de algumas horas... o proprietário chegou, conversamos, mas o propicio também estava boiando na ideia, então pedi licença e fui embora, porque naquele momento a cabeça do gerente iria rolar porque a ideia de montar a cozinha no meio do salão sem estufa e sem estrutura tava fora de cogitação, já que o restaurante já estava montado e o proprietário não iria mudar mas nada.
E minha ultima aventura foi para uma entrevista na vaga de um hotel, com um psicologo, "psicologos" nada contra os profissionais, tenho muitos amigos na área, mas PELO AMOR DE DEUS estudem antes o que um cozinheiro faz, 1:30 de entrevista com uma psicologa MDS, levei uma já nos 15 min do primeiro tempo, você trabalha em cozinha? me deu vontade de falar, "não trabalho num circo e vim pra entrevista nesse cara..." mas com o sorriso no rosto e sem perder a postura falei que sim, nem parece, aos 45 min do primeiro tempo, você fez muito curso de especialização, pra que? MDS serio, ela tá de onda com minha cara, "sim tem que ta sempre atualizando com todas as tendencias gastronômicas" 30 min do segundo tempo, qual o chef de cozinha que você admira aqui em SE - essa foi fácil ;) "EU"a cara que ela fez foi a melhor, acréscimo do final do segundo tempo - você é realmente qualificado para a vaga, entraremos em contato com você em 48 horas para se apresentar no hotel, duas semanas depois recebo um email bonitinho. segue aqui a baixo. 
"Prezado (a) candidato (a),

Agradecemos a sua participação e interesse no Processo Seletivo para a vaga de cozinheiro.

Entendemos que a construção de uma carreira de sucesso é um processo contínuo. Sua iniciativa e vontade em desenvolver-se como profissional foram marcantes e serão consideradas em outras ocasiões. Desta forma, seu currículo permanecerá em nosso banco de dados, a fim de que possamos, em uma oportunidade futura, contatá-lo.

Caso alguma questão ainda mereça esclarecimento, estaremos à disposição para qualquer nova informação.

Desejamos a você boa sorte e sucesso em sua carreira."

Nenhum comentário:

Postar um comentário