quarta-feira, 13 de julho de 2016

Materiais de formas parte 01


O maior avanço na fabricação de fôrmas ao longo do seculo passado foi o desenvolvimento e a continua melhoria de materiais que evitam que os alimentos grudem na forma durante o cozimento. Três materiais, em especial, representam o atual estado dessa evolução dos utensílios culinários: o antiaderente tradicional, goldtouch e silicone moldado.


Antiaderente tradicional: 
Muitas marcas garantem a fácil retiradas dos alimentos e facilidade na limpeza. A maioria dos revestimentos antiaderente é feita com composto químico sintético chamado politetrafluoroetileno (PTFE), tão liso tão escorregadio que o alimento raramente gruda na forma. esse revestimento para utensilio de cozinha tornou-se cada vez mais popular na década de 1950, logo depois da introdução, em 1949, da marca teflon. (esse nome é aplicado erradamente a qualquer revestimento antiaderente, mas nem todos são vendidos na sob a marca teflon). Quando for comprar forma e panela antiaderente, escolha produtos com duas camadas de revestimento para garantir o máximo de utilidade e durabilidade. 
Quando cozinhar em um recipiente antiaderente, evite o uso de utensílios de metal, que podem riscar a superfície. Existe vários utensílios criados especialmente para o uso com panelas antiaderente. Pelo mesmo motivos , não ponha essas panelas em maquinas de lavar louça. EM vez disso, limpe com água morna, sabão e uma esponja macia, resistindo ao impulso de usar sapólio ou tipo de abrasivo. Há algum tempo, surgiu uma controvérsia sobre os possíveis riscos a saúde gerado pelo acido perfluorooctanóico (PFOA), componente usado dp PTFE, que se desprenderia durante o cozimento em altas temperaturas. Os peritos, contudo, afirmam que o PFOA é eliminado no processo de fabricação da panela ou fôrma, não havendo riscos  substanciais mo uso do revestimento antiaderente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário