terça-feira, 6 de outubro de 2015

Culinária Italiana


Ao longo desse semestre, ouvi falar de vários tipos de culinária, dentre elas a Italiana. É uma das que mais me chama atenção, não só por possuir uma variedade de comidas deliciosas, mas por pertencer a esse lugar tão incrível e que eu já me apaixonei. Diariamente recebo imagens de pratos deliciosos preparados pelas mãos de fada cozinheira (hahaha) de minha tia.



Confesso que às vezes (quase sempre) tenho vontade de comer o celular só por ver tantas coisas bonitas e que só de olhar, me parecem maravilhosas. Vou comentar um pouco sobre essa cozinha, que uma das mais tradicionais do mundo.
A Itália possui uma cozinha essencialmente tradicional e com uma grande variação de produtos. Para quem pensa que por aqui se come somente massa está muito enganado. Além de se comer muito bem, se come de tudo, muitos pratos de carne, peixe, cordeiro, frango, peru, frutos do mar e seus acompanhamentos, sem falar dos doces. O italiano é muito exigente e crítico à mesa.

Valorizam extremamente os seus produtos, possuem o hábito de quando vão ao mercado verificar sempre a proveniência dos artigos para identificar, e garantir que o produto é de qualidade e pode ser consumido. Um dos lemas da cozinha italiana é aproveitar o que é produzido nas cercanias garantindo assim a “fresqueza” do produto que será consumido.
A refeição na Itália é dividida em quatro etapas. E elas recebem nomes: Antipasto, Primo piato, Secondo Piato com contorno e desert. Parece muito? Realmente é muito, mas é fácil de entender: 
Antipasto: É o nosso aperitivo, ou entrada, que servem para abrir o nosso apetite.
Primo Piatto: Pode ser uma massa ou um risotto.
Secondo Piatto: É um prato de carne, ave ou peixe, que é acompanhado de um contorno - verdura, salada, legumes, grãos, batata.
Desert: O doce não pode faltar. As opções também são infinitas. Tiramissù, creme caramel, panna cotta, cantucci con vin santo. 
Existe ainda o amazza caffè, que é uma bebida alcoólica liquorosa. O mais famoso deles, sem dúvida, é o limoncello, mas também tem a grappa (uma pinga de uva), e os amaros, estes são bem fortes. Os amazza caffè também são conhecidos por digestivi, que como o próprio nome diz, ajuda na digestão.
Falando em bebida, é inútil dizer, mas não custa reforçar que toda essa comilança é regada a muito vinho.
Gostou de conhecer um pouquinho da culinária italiana? Então deixa seu comentário e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário